• Autor Max Porter
  • Ilustrador
  • Coleção Ficção Traduzida
  • ISBN 9789898843616
  • PVP 16,59 € (IVA incluído)
  • preço livre
  • 1ª Edição setembro de 2016
  • Edição atual 1.ª
  • Páginas 128
  • Apresentação Capa Dura
  • Dimensões 150 x 222 x 14 mm
  • Idade

«Como lembrança, como aviso, como pincelada de noite ao alvorar. Como uma pequena fresta no pesar. Dar-te-ei qualquer coisa em que pensar, segredei eu. Ele acordou e não me encontrou no meio da escuridão do seu trauma.»

Aqui está ele: marido e pai, romântico desarranjado e académico apaixonado por Ted Hughes, um homem perdido depois da morte súbita da sua mulher. E ali estão os seus dois filhos, a enfrentarem, como ele, a tristeza insuportável que os engoliu no seu
apartamento londrino perante um vaivém de amigos bem-intencionados e um futuro de absoluto vazio.

Neste momento de desespero, são visitados pelo Corvo - antagonista, trapaceiro, curandeiro, babysitter. Este pássaro «sentimental» é atraído pelo luto da família e ameaça permanecer com eles até que não mais precisem da sua ajuda. À medida que o tempo passa, as semanas se tornam meses e a dor se transforma em memória, esta pequena unidade de três pessoas começa a curar-se.

Numa estreia absolutamente extraordinária - parte novela, parte fábula polifónica, parte ensaio sobre o luto -, Max Porter combina sensibilidade e um estilo corajoso, criando um efeito deslumbrante. Carregado de um humor inesperado e marcado por uma profunda verdade emocional, O Luto É a Coisa com Penas marca a chegada de uma nova voz literária, entusiasmante e original.

«O Luto É a Coisa com Penas mostra-nos um outro modo de pensar o romance e as suas potencialidades, enquanto nos guia por um assunto negro e emocionalmente difícil, página após página, como se fôssemos transportados por asas.» - The Guardian

Max Porter é autor de O Luto É a Coisa com Penas (Elsinore, 2016), obra de estreia vencedora dos prémios Sunday Times/Peters Fraser + Dunlop Young Writer of the Year Award e do International Dylan Thomas Prize, tendo sido o texto adaptado e levado a cena em 2018, sob a direção de Enda Walsh. 





Outros livros do mesmo autor

Lanny

Max Porter

Uma edição especial, com enredo e estilo inconfundíveis. Um romance brilhante!