• Autor Julie Lekstrom Himes
  • Ilustrador
  • Coleção Ficção Traduzida
  • ISBN 9789898864369
  • PVP 21,98 € (IVA incluído)
  • preço fixo até fim de dezembro de 2019
  • 1ª Edição julho de 2018
  • Edição atual 1.ª
  • Páginas 416
  • Apresentação capa mole
  • Dimensões 153x235x21 mm
  • Idade

Um romance sobre a persistência do amor e da literatura perante a tirania dos burocratas.

«Mandelstam e Bulgakov deixaram o restaurante juntos. As ruas estavam molhadas e vazias; o céu estava baixo. Bulgakov sentiu o formigueiro do álcool na ponta dos dedos. Dois homens de uniforme seguiam-nos. Os pontos dourados da costura da insígnia da polícia cintilavam sob a luz de um candeeiro de rua próximo.»

Em 1933, a invejável carreira de Mikhail Bulgakov está prestes a sofrer um revés: o seu amigo e mentor, o poeta Osip Mandelstam, é preso, torturado e enviado para o exílio, e o próprio Bulgakov é vigiado de perto pela polícia secreta. Ao mesmo tempo, apaixona-se por Margarita, ex-amante de Mandelstam, musa inspiradora do que viria a ser a sua conturbada obra-prima, O Mestre e Margarita.

Recriando de forma vívida a atmosfera sombria da Rússia estalinista dos anos 30 e o seu fervilhante meio intelectual, onde se movem figuras como Pasternak, Maiakovski, Akhmatova ou o próprio Estaline, Mikhail e Margarita é um aclamado romance de estreia que traz à vida personagens ficcionais e à ficção personagens reais.

«Esta magnífica revisitação dos anos magros de Bulgakov - que inspiraram o seu fantasmagórico romance O Mestre e Margarita - conjuga realidade e ficção para criar uma narrativa que nos é, ao mesmo tempo, estranha e familiar.» - The New Yorker

Julie Lekstrom Himes é considerada uma das grandes promessas da literatura norte-americana. Os seus contos, amplamente premiados, estão publicados em várias revistas literárias, tais como 42 Opus (prémio StorySouth Million Writers Notable Story 2008), Florida Review (prémio Editor's Choice Award 2008) e Fourteen Hills (prémio Best American Mysteries 2011), entre outras.

Mikhail e Margarita, o seu romance de estreia, mereceu o aplauso da crítica e ao qual foi atribuído o prestigioso Center for Fiction First Novel Prize 2017.