• Autor Eka Kurniawan
  • Ilustrador
  • Coleção Ficção Traduzida
  • ISBN 9789898864277
  • PVP 16,59 € (IVA incluído)
  • preço fixo até fim de julho de 2019
  • 1ª Edição fevereiro de 2018
  • Edição atual 1.ª
  • Páginas 176
  • Apresentação capa dura
  • Dimensões 150 x 222 x 15,5 mm
  • Idade

«Pertinente, astuto e magnético, Homem-Tigre é a prova de que tudo aquilo que Eka Kurniawan escreve vale bem a pena ser lido.» - The New York Times

Poético e irreverente, arrojado e político.

«Agora o major estremecia, imaginando o modo como o rapaz tinha abraçado Anwar Sadat, enquanto as suas mandíbulas lhe mordiam o pescoço.»

Pouco tempo depois de o cadáver de Anwar Sadat, um artista lascivo e preguiçoso, ser descoberto, Margio é detido pela polícia, havendo poucas dúvidas de que é ele o assassino. No entanto, o que terá levado o jovem e dócil Margio a afundar os dentes na garganta de um homem e perpetrar um crime tão hediondo permanece um mistério para todos os habitantes da pequena povoação.

A verdade é que, no momento do ataque, Margio não estava em controlo das suas ações; nesse momento, um tigre fêmea branco tinha tomado posse do seu corpo. Poético e irreverente, arrojado e político, Homem-Tigre é o retrato de duas famílias  tormentadas, ligadas entre si por um casamento trágico e brutal, e de uma Indonésia rural e pobre a braços com um passado recente de abusos e violência, sedenta por justiça, onde o folclore e o mundo real colidem.

Eka Kurniawan nasceu em 1975, na Indonésia. Formado em Filosofia, é autor de dois romances, vários  contos, argumentos para cinema e ensaios.

A tradução em língua inglesa do seu primeiro romance, Beauty is a Wound, tornou-se uma das mais recentes e fulgurantes revelações da  Literatura mundial e valeu-lhe, por parte da crítica, comparações a Gabriel García Márquez e Salman Rushdie.

Em 2016, com Homem-Tigre, tornou-se o  primeiro autor indonésio a ser nomeado para o Man Booker International Prize. As suas obras estão traduzidas em mais de 24 línguas.